O que é o diálogo inter-religioso? | Blog Unigran Net

O diálogo inter-religioso é um dos grandes desafios da era da globalização, momento em que as mais diferentes culturas se encontram. Considerando que, a paz entre as nações preza pelo respeito entre as diversas culturas e religiões existentes no mundo.

Diante disso, teólogos e especialistas no comportamento humano vêm chamando a atenção de toda a sociedade para essa questão. Já que o diálogo entre as diversas correntes religiosas é fundamental para o futuro da humanidade.

Quer saber mais sobre diálogo inter-religioso? Então, aproveite as informações, que separamos especialmente para você!

O conceito de diálogo inter-religioso

diferentes religiões em harmoniaEm entrevista ao canal religioso Canção Nova, o padre Marcial Maçaneiro falou sobre as diferenças entre diálogo inter-religioso e ecumenismo.

Nessa ocasião, o também professor e pesquisador definiu o diálogo inter-religioso como o intercâmbio entre as diversas religiões existentes no mundo. Segundo ele, esse contato busca a compreensão das diferentes formas de discernimento da graça de Deus no coração das pessoas.

Assim sendo, podemos compreender que, o diálogo inter-religioso é a instauração de uma comunicação entre fiéis de várias correntes religiosas. Esta com a finalidade de partilhar a vida, os conhecimentos e as experiências.

A importância do diálogo inter-religioso

É claro que os avanços tecnológicos estão facilitando a comunicação e a troca de informações. Dessa forma, ela expõe, cada vez mais, as diferenças culturais mundo afora. Esse evento tem mostrado a necessidade de ações para promover uma interação pacífica entre os povos da sociedade moderna.

Portanto, o estabelecimento do diálogo inter-religioso é de grande importância. Podendo contribuir para a promoção da paz, da justiça e do respeito aos direitos humanos. Afinal, ele é capaz de proporcionar a oportunidade de debates saudáveis visando à proteção do planeta, à paz e ao bem comum.

Os riscos da falta do diálogo inter-religioso

Mesmo no Brasil, onde a Constituição Federal garante o direito à liberdade de consciência e crença, as pessoas ainda são vítimas de preconceito religioso. E essa intolerância religiosa se deve principalmente à falta de conhecimento sobre a crença do outro.

Salientamos que esse diálogo não deve ser usado para tentar converter o outro a uma determinada religião. Além disso, ele não deve promover a divulgação de uma crença e nem servir de aproximação para formação de uma nova religião.

O objetivo principal do diálogo inter-religioso

diálogo inter-religiosoÉ importante que representantes de diversas religiões trabalhem em conjunto para promover o conhecimento mútuo. Dessa forma, ficará mais fácil alcançar o principal objetivo do diálogo inter-religioso, que é evitar conflitos compreendendo as diferenças e aceitando o outro como ele é.

Os benefícios do diálogo inter-religioso

Ao conhecer melhor as outras religiões, as pessoas acabam percebendo que além das diferenças, existem semelhanças entre a maioria das crenças. Podemos citar como exemplo a fé em um Deus único e o incentivo à prática do bem que são pregados por diversas religiões.

Um contato amistoso entre os praticantes das várias correntes religiosas pode evitar e até solucionar conflitos, minimizando vários problemas comuns na sociedade atual. Afinal, a união em prol do que for melhor para a humanidade e para o planeta pode significar a nossa sobrevivência na Terra.

Como promover o diálogo inter-religioso

A aceitação e o reconhecimento do valor da diversidade religiosa são desafios a serem superados para a concretização desse diálogo. Para que isso ocorra, é preciso que os interlocutores tenham consciência dos seus limites e sua vulnerabilidade como seres humanos.

Dessa forma, ficará mais fácil nos abrirmos para ouvir e entender ideias diferentes das nossas. Essa atitude pode nos enriquecer como seres humanos, além de complementar o nosso entendimento sobre o divino que há em nós.

Enfim, como diz o ditado popular: é conversando que a gente se entende! Sendo assim, cada um de nós deve incentivar todas as formas de diálogo, inclusive, o inter-religioso.

Para isso, é preciso vivenciar esse costume em nossas comunidades e trabalhar para divulgá-lo em toda a sociedade.

Você se interessa por teologia e gostou das nossas informações sobre diálogo inter-religioso? Então, aproveite para conhecer melhor a nossa pós-graduação de Teologia para o Diálogo Inter-religioso e aprenda mais sobre esse tema tão fascinante!


Postagens Relacionadas