Você sabe qual o seu stakeholder? | Blog Unigran Net

Na gestão de projetos é importante estar atento aos termos utilizados para tratar dos interesses das empresas e organizações envolvidas. O termo stakeholder, apesar de muito utilizado, gera diferentes interpretações.

Por isso, preparamos este post para esclarecer dúvidas sobre o termo. Continue a leitura e entenda o papel dos stakeholders nos interesses de empresas e organizações.

O que é um stakeholder?

O termo stakeholder vem do inglês, sendo “stake” um sinônimo para “interesse” e “holder” como “aquele que possui”. Ou seja, o termo é utilizado para se referir à uma ou mais partes interessadas em um projeto, negócio ou empresa, e que possuem algum poder de influência sobre suas atividades.

Estes podem ser clientes, patrocinadores, fornecedores, acionistas, etc. Portanto, qualquer conjunto de indivíduos ou organizações que têm seus interesses potencialmente afetados pelas ações da empresa podem ser considerados stakeholders. Esses mesmos atores também têm poder para afetar a empresa ou organização de forma positiva ou negativa. Logo, eles são parte de uma base de gestão e devem ser levados em conta nos atos de planejamento e execução de atividades.

Também podem ser classificados e diferenciados de diversas formas. Eles podem ser, por exemplo, internos ou externos.

stakeholder unigran net

A partir dessa distinção é possível classificar os stakeholders em grupos segundo o nível de influência sobre a empresa e possíveis impactos aos quais estariam sujeitos.

Qual a importância de identificar o seu stakeholder?

Para que um projeto ou empreendimento seja bem sucedido é fundamental identificar e mapear quais são os stakeholders. Isso, além de evitar erros amadores na gestão de comunicação, que podem impedir um projeto de acontecer, pode facilitar o andamento desse projeto. O mapeamento e classificação dos stakeholders é uma ferramenta essencial na avaliação de riscos e no gerenciamento como um todo.

Por exemplo, imagine que um determinado projeto dependa de uma licença ambiental concedida pelo governo, e que é sujeita à avaliação de uma ONG. Se a ONG e suas exigências e interesses não são mapeados o projeto pode demorar mais do que o previsto para conseguir a licença, e assim comprometer o processo de execução.

Os stakeholders internos podem afetar os interesses de um projeto por conflito de interesses e disputas dentro de uma empresa ou negócio. Contudo, é mais fácil conseguir sua colaboração quando as partes têm um objetivo em comum.

Já os externos podem ser mais difíceis de controlar, e devem ser trabalhados com tranquilidade, pois podem causar muitos transtornos para a execução de um projeto.

Como classificar os stakeholders?

Para além da classificação interno/externo, os stakeholders podem ser classificados segundo o seu grau de influência. Os stakeholders mais interessados que sofrem interferência direta e com maior grau de influência, geralmente são chamados de stakeholders-chave.

Todo projeto, não importa a sua natureza ou finalidade, deve ter ao menos um stakeholder-chave. Identificá-lo logo no início do planejamento é fundamental para uma execução bem sucedida.

Imagine um projeto de construção de uma rodovia que deverá desapropriar algumas fazendas. Os stakeholders-chave seriam, neste caso, os proprietários que terão suas terras desapropriadas, e deverão ser indenizados.

Além dos potenciais beneficiários da construção de uma nova e melhor estrada, como responsáveis pelo empreendimento, governos locais, e cidadãos.

Para chegar aos seus stakeholders sem deixar nada passar alguns passos podem ser bastante úteis. Veja a seguir.

  1. Faça um brainstorm listando as partes interessadas com qualquer nível de influência;

  2. Descreva os interesses de cada um;

  3. Classifique-os por nível de influência;

  4. Classifique-os por ordem de importância;

Muitas empresas estão em busca de profissionais com experiência na gestão de projetos com graduação em administração. A graduação pela modalidade de ensino a distância pode ser exatamente o que você precisa! Conheça o nosso curso de graduação em Administração.


Postagens Relacionadas