Como surgem novos mercados para meus produtos? | Blog Unigran Net

Para se entender os novos mercados, primeiro é importante saber que, um mercado nada mais é que uma composição. Nele, existe a lógica da oferta e da procura, ou seja, o que caracteriza a existência do mercado é a atuação do indivíduo que tem algo para vender e do indivíduo que tem o interesse de comprar.

É nesse mecanismo e na maneira como ele se desenvolve que surgem os preços e os diferenciais entre os produtos ou serviços. E é em função dele que novos mercados aparecem.

Na prática, um novo mercado surge do entendimento – por parte dos gestores de uma empresa -, dos anseios de determinado grupo/nicho. Quando isso acontece, ela pode lucrar com uma nova oferta ou com a readequação daquilo que já oferece.

Saiba mais sobre novos mercados na sequência.

Como os mercados funcionam na prática

Pense no chamado ciclo de vida do produto, que são as fases que a solução percorre ao longo de toda a sua existência. Elas são 5: desenvolvimento; introdução ao mercado; crescimento; maturidade e declínio.

ciclo de vida do produtoAo compreender o momento em que se encontra determinado produto dentro desse ciclo, as empresas podem criar estratégias. Explorar novos mercados pode ser viável em situações como a fase de desenvolvimento ou declínio da solução oferecida, por exemplo.

Dependendo da situação identificada, é preciso criar maneiras de expandir o market share. Esta é a parte que corresponde à participação da empresa dentro de um mercado ou inserir uma nova solução em outro ambiente comercial.

Consequentemente, devem ser considerados três conceitos básicos: o trabalho com dados, o planejamento, e a identificação do público-alvo.

O mapeamento e o levantamento de dados

O gestor precisa agir com racionalidade para que as ações que envolvem os interesses da empresa sejam adequadas. Não se faz uma transformação importante como uma inserção em novos mercados sem que existam critérios. Por isso, tudo deve partir de um devido mapeamento e levantamento de dados.

É assim que se conhece não somente o nicho no qual é possível atuar, mas também as características do público que será impactado pela solução.

Como fazer? É preciso investir em um mapeamento do local em que a empresa tem o interesse de atuar. Fazendo análises com detalhamento a respeito de dados regionais ou por segmento, sempre de acordo com as necessidades do negócio.

Das informações obtidas, surgem as oportunidades de negócios. São elas que revelarão os chamados gargalos. Para tanto, são feitas pesquisas, análises de concorrentes, de fornecedores e adotadas ferramentas como o Google Trends para compreender melhor o comportamento do consumidor.

O planejamento de soluções para novos mercados

Com as informações em mãos, o empreendedor já tem como dar início à etapa do planejamento. É preciso ter uma boa capacidade de interpretação para extrair dos dados obtidos soluções interessantes para a empresa. É hora de agir de maneira estratégica.

Nessa etapa são definidos os objetivos que deverão ser alcançados, assim como as ações que levarão a empresa até onde ela precisa.

matriz ansoffÉ comum o uso da chamada Matriz de Ansoff, que permite a comparação entre a receita criada pelos produtos que já estão no mercado com a receita que uma nova abordagem pretende atingir. Com a matriz é possível não somente estruturar, mas também definir a estratégia em função do crescimento da companhia.

Considere também a definição das etapas de um bom plano de marketing, que são:

  1. Objetivos de Marketing.
  2. Perfil do público-alvo.
  3. Jornada de Compra do consumidor.
  4. Mix de Marketing.
  5. Plano de ação.
  6. Controle de orçamento e uso de métricas.

O direcionamento para o público-alvo

Na lei da oferta e da procura, se não houver clareza em relação a quem é o consumidor da empresa, a gestão pode acabar se atrapalhando. É preciso definir o público-alvo com clareza. São essas pessoas para quem a equipe de comunicação direcionará a sua mensagem de marketing. Da mesma forma, são elas que terão suas necessidades de consumo atendidas pela companhia.

Características como dores, desejos, anseios e ansiedades são alguns exemplos que, se bem compreendidos, podem dar à empresa condições para criar soluções direcionadas e assim criar novos mercados.

É preciso conhecer as demandas do cliente para então oferecer aquilo que ele precisa. Esse é o caminho para identificar um novo mercado e ter protagonismo dentro dele.

Conhecendo as pessoas e os grupos das quais fazem parte, uma boa gestão consegue moldar sua oferta e fazer disso um negócio de sucesso. Foi nessa lógica que surgiram empreendimentos de destaque como a Starbucks, a Amazon e o McDonalds.

Enfim, entender que o mercado é algo instável, que depende da relação entre oferta e demanda, costuma ser o que uma gestão precisa para atuar de maneira mais eficiente na busca por melhores resultados.

Com um trabalho qualificado na procura por soluções que realmente possam fazer a diferença na vida do cliente, as chances de êxito são significativamente maiores.

Entendeu como surgem novos mercados? Esse é um tema importante para profissionais de Marketing. Conheça mais sobre essa graduação em nosso site oficial.

Esperamos você no próximo artigo!


Postagens Relacionadas